Cruzeiro Esporte Clube

0
1212

Conheça um pouco da história desse time que é um dos mais populares do Brasil.

cruzeiro-esporte-clube-historico-de-escudos

Fundado em 1921, o Cruzeiro Esporte Clube tem sua sede em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. Quando fundado, o clube tinha o nome de Sociedade Esportiva Palestra Itália, e só em 1942 é que passou a ser chamado de Cruzeiro Esporte Clube, em referência ao Cruzeiro do Sul. A mudança do nome ocorreu por causa de uma imposição cruzeiro-esporte-clube-paixão-pelo-clubedo governo federal devido a Segunda Guerra Mundial, não permitindo que nenhum clube do país usasse alguma referência de símbolos da Alemanha, Itália e Japão, que eram nações inimigas do Brasil naquela época.
O Cruzeiro é um dos clubes mais tradicionais do Brasil e é a que possui o maior número de torcidas no estado de Minas Gerais, e 6° lugar no Brasil.
Pouca gente sabe, mas o Cruzeiro Esporte Clube foi o primeiro time a conquistar a tríplice coroa nacional, tendo vencido o campeonato estadual, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro em 2003. Com esses feitos, a IFFHS elegeu o Cruzeiro como o melhor clube brasileiro do século XX.
Em Minas Gerais, o Cruzeiro tem como maior rival o Atlético Mineiro, com quem faz um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Em menor escala, o Cruzeiro também trava uma boa disputa com o América.

Cruzeiro Esporte Clube – Estádio

Em 1965, após 44 anos de sua fundação, o clube constrói seu próprio estádio, o Mineirão. Esse estádio foi palco de muitas glórias para o Cruzeiro Esporte Clube, onde conquistou os seguintes títulos: Supercopa Libertadores (1991 e 1992), Copa do Brasil (1993, 1996, 2000, 2003), Libertadores da América (1976, 1997) e Campeonato Brasileiro (1966).
O primeiro clássico envolvendo Cruzeiro e Atlético Mineiro no Mineirão, foi pela final do campeonato mineiro em 1965. O jogo foi muito polêmico e foi marcado por pancadaria envolvendo até policiais militares.
O Cruzeiro dominava a partida e vencia por 1 a 0, até que Décio Teixeira cometeu pênalti em Wilson Almeida, que entrava na área para ampliar o placar para o Cruzeiro, aos 34 minutos do segundo tempo. O Atlético Mineiro protestou alegando que Wilson Almeida estava na linha da grande área, se esquecendo que a linha também faz parte da área, portanto, pênalti claro. O jogo já era violento, com muitas faltas, e depois disso só piorou. Alguns jogadores do Atlético/MG agrediram o árbitro e entraram em atrito com os policiais. Foram cerca de 30 minutos de paralisação e muita confusão dentro e fora do gramado. O árbitro anotou na súmula a expulsão de 9 jogadores do Atlético, e o clube abandonou a partida antes do final.
O Cruzeiro Esporte Clube ficou com o título daquele ano, abrindo a era Mineirão.

Máquina de títulos entre 1990 e 2000

Após um período de vacas magras nas últimas décadas (70 e 80), o clube iniciou uma impressionante sequência de títulos na década de 90, ganhando vários títulos em 15 anos, na média de 1 título por ano.
Veja abaixo a lista de títulos:

  • Supercopa da Libertadores (1991 e 1992);
  • Recopa Sul-americana (1998);
  • Copa do Brasil (1993, 1996, 2000 e 2003);
  • Copa Ouro (1995);
  • Copa Master da Supercopa (1995);
  • Copa Sul-Minas (2001 e 2002);
  • Campeonato Mineiro (1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2003 e 2004);
  • Copa Centro-Oeste (1999);
  • Copa dos Campeões Mineiros (1991 e 1999);
  • Supercampeonato Mineiro (2002);
  • Taça Libertadores da América (1997);
  • Campeonato Brasileiro (2003), o primeiro disputado por pontos corridos.

Cruzeiro Esporte Clube – Recordes

  • Maior média de público na história de um torneio na história do futebol: 73 mil pagantes por jogo na Supercopa de 1992.
  • Recorde absoluto de público presente em uma partida no Mineirão, 132 834 pessoas na partida contra o Villa-Nova/MG realizada em 22 de junho de 1997, sendo cerca de 52 mil não pagantes, dentre eles mulheres e crianças, e sendo a capacidade máxima do estádio Mineirão na época cerca de 130 mil, ou seja, algo inédito e inacreditável.
  • Maior público no Mineirão em uma partida internacional oficial: Final do Intercontinental: 117 mil contra o Bayern de Munique, em 1976.
  • Maior público de uma final de Taça Libertadores da América: 95 472 pessoas na partida contra o Sporting Cristal, em 1997.
  • Segundo maior público pagante numa final de Copa do Brasil: 85 841 pessoas na partida contra o São Paulo, em 2000, atrás apenas de Botafogo 0 x 0 Juventude, em 1999, que teve 101 581 presentes (90 217 pagantes).
  • Recorde absoluto de público de todas as divisões do futebol brasileiro em 2003, com 597.563 pagantes em 23 jogos no Campeonato Brasileiro, média de 25.981 pagantes por partida.
  • Grupo seleto de clubes que venderam mais de 10 milhões de ingressos em campeonatos brasileiros.

Fonte: Wikipédia

cruzeiro-esporte-clube-escudo

cruzeiro-esporte-clube-logo

cruzeiro-esporte-clube-celeste

cruzeiro-esporte-clube-guerreiro-dos-gramados

cruzeiro-esporte-clube-time

DEIXE UMA RESPOSTA