Gorila

0
1381

Apesar do aspecto feroz e perigoso, o gorila é um animal que não tem o hábito de atacar o homem.

CLASSE: Mamíferos
ORDEM: Primatas
FAMÍLIA: Pongídeos
NOME CIENTÍFICO: Gorilla gorilla

gorila-comendo

Os movimentos são enérgicos e decididos, mas não muito rápidos. A pouca distância uns dos outros, os gorilas vão se deslocando ao acaso pela floresta. Quase nunca andam eretos, mas sim apoiados nas quatro mãos (com as da frente apoiam-se sobre os nós dos dedos, não sobre a palma). Cada um para de vez em quando para catar comida do chão: frutas, raízes, vermes, insetos, brotos de bambu e de outras plantas.
Macaco gosta de banana, como todo mundo sabe, mas eles gostam da bananeira toda, a ponto de fazerem incursões nos bananais plantados pelos nativos da África.
Com toda a sua força e as presas formidáveis, ele não é um bicho carnívoro nem feroz, como dá a impressão de ser, principalmente quando emite sua voz profunda e ressoante diante dos inimigos. É o maior dos antropóides (macacos parecidos com o homem): os maiores machos chegam a pesar uns 270 quilos, embora nunca ultrapassem 1,70 metro de altura, quando eretos. Tudo indica que, apesar do polegar curto e de não ter cauda, o gorila vivia nas árvores, embora hoje passe quase todo o tempo no chão.
gorila-da-montanhaAtualmente, tampouco os bandos são numerosos como eram. O homem e outros problemas estão fazendo a espécie desaparecer. Segundo cálculos aceitos pelos zoológicos, existem no mundo algumas centenas de gorilas, ou pouco mais de mil.
Do ponto de vista estritamente biológico, esse animal apresenta uma característica pouco comum: tem vista boa, mas pouco olfato. No entanto, isso não é uma particularidade apenas dele. É uma característica que pertence a todos os antropóides (e também ao homem). Isso pode ser explicado da seguinte maneira: durante o processo evolutivo desse grupo de animais, o cérebro reduziu suas áreas olfativas e aperfeiçoou aquelas relacionadas aos órgãos da visão.
Mas não é só nisso (e na composição do sangue) que o gorila é parecido com o ser humano e com seus outros parentes – chimpanzé, orangotango e gibão. Verificou-se que, osso por osso, músculo por músculo, nervo por nervo, a estrutura do seu corpo é bastante semelhante à do homem.
Conhecemos mesmo nosso “avô” comum: o bicho – atualmente desaparecido – do qual devem ter evoluído o gorila, o chimpanzé e antepassados do homem. Esse animal chamava-se Dryopithecus e andava pelas árvores há aproximadamente 28 milhões de anos.

Características e curiosidades sobre o gorila

Em geral, esse animal não apresenta pêlo acizentado, de tons ruços na cabeça. Mas nas selvas do Congo e da África oriental (frias e úmidas durante a noite) vive esta raça de pêlo preto, que dentre os outros alimentos, come também os brotos macios de bambu.

Estudos modernos indicam que o gorila, apesar do aspecto feroz e perigoso, é um bicho pacato, quando não o perturbam. E nunca ataca o homem: quando provocado, põe-se ereto, grunhe, esmurra o peito, mas não vai além disso.

Quando capturados ainda jovens, podem ser domesticados e treinados (aprendem muitas habilidades e se afeiçoam ao mestre). Um desses é o único exemplar albino que se conhece: “Floco de Neve”, capturado nas florestas da Guiné Espanhola, que foi levado para o zoológico da cidade de Barcelona quando ainda era bebê.

Veja um encontro emocionante entre um homem que criou um gorila como se fosse seu filho:

 

gorila-intimidador

gorila-gesto

gorila-em-pé

gorila-da-montanha

gorila-filhote

gorila-animal

DEIXE UMA RESPOSTA